Mapa online com rede credenciada de planos de saúde deve ser divulgado

Mapa online com rede credenciada de planos de saúde deve ser divulgado

Conforme determinação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), publicada em 26 de novembro do ano passado, entrou em vigor no dia 23 de julho de 2012, a exigência da divulgação de dados online para localização de toda a rede credenciada de operadoras de saúde suplementar.

Com a nova norma, planos de saúde com mais de 100 mil beneficiários deverão manter informações online e atualizadas em tempo real, contendo mapas ou imagens para facilitar o encontro de cada um de seus conveniados. Já para as operadoras com menos de 100 mil beneficiários, a divulgação de informações poderá ser realizada até o mês de dezembro desse ano. Nesses casos, todas as empresas deverão fornecer também o mapeamento geográfico de seus prestadores de serviço credenciados.

Em relação aos planos com menos de 20 mil beneficiários, a exigência é de que haja apenas a disponibilização de dados básicos, como endereço, nome do empreendimento, especialidade médica, por exemplo, sem a necessidade do uso de imagens.

Anteriormente, alguns planos de saúde já contavam com um sistema próprio para fornecer esse tipo de informação restrita a seus segurados. Após a resolução da ANS, porém, esse conteúdo passa a ser, obrigatoriamente, disponível para todos.

Vantagens para o consumidor

Com a implementação da medida, o esperado é que haja um aumento em termos de competitividade no setor. Isso porque, dessa forma, o consumidor terá fácil acesso à informação, podendo escolher pelos prestadores de serviços mais próximos à sua residência ou local de interesse (como por exemplo, durante uma viagem a outra cidade).

Graças a essa facilidade, os prestadores de serviços terão que trabalhar para mostrar suas vantagens aos clientes, consequentemente, melhorando a qualidade de atendimento aos cidadãos.

Já para os profissionais de saúde, o benefício passa a ser o surgimento de novas oportunidades e expansão da oferta, existindo a possibilidade de associação com novas prestadores atuantes em sua região.

Após a determinação da ANS, os planos de saúde que não respeitarem a nova norma serão punidos com uma multa de R$ 25 mil.

 

Gostou? Então Compartilhe!
This entry was posted in Uncategorized.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *