Idosos e Sedentarismo

A falta da prática de exercícios físicos durante o cotidiano das pessoas é entendida como sedentarismo. Entretanto, o termo sedentarismo não se refere apenas à ausência de atividades esportivas, pois sedentário é aquele que não gasta muitas calorias por semana devido à ausência de atividades ocupacionais. Para que uma pessoa não se torne sedentária, ela precisa gastar, no mínimo, 2.200 calorias por semana através da realização de exercícios físicos.

As consequências de uma rotina sedentária são extremamente prejudiciais à saúde, pois podem ocasionar o desuso dos sistemas funcionais, fazendo com que o aparelho locomotor e os demais órgãos entrem em um processo de regressão funcional. Dessa forma, os músculos podem sofrer atrofias em suas fibras e a flexibilidade muscular pode ser reduzida.

O sedentarismo não tem idade e pode ser uma característica presente na vida de qualquer pessoa, principalmente a partir da adolescência. Entretanto, é um mal que prejudica de maneira mais grave os idosos, pois suas consequências acentuam problemas que ocorrem naturalmente com o passar do tempo. O sedentarismo, portanto, agrava ainda mais o processo de envelhecimento, antecipando ou ocasionando problemas que poderiam ser evitados.

Por essa razão, é preciso que algumas práticas sejam adotadas durante o dia-a-dia, particularmente pelos idosos, para evitar uma rotina sedentária. Para quem pertence à terceira idade, o primeiro passo é consultar um médico que avaliará suas condições físicas para, em seguida, dar início à prática de exercícios físicos.

exercicios fisicos Idosos e Sedentarismo

(via FreeDigitalPhotos.net)

Algumas das atividades que podem combater o sedentarismo são: caminhada, ciclismo, natação, ginástica, entre outras. As pessoas se adaptam de maneiras diferentes a esses exercícios, por isso a importância da consulta médica para verificar qual deles será o ideal de acordo com as condições físicas de cada um.

Além do tipo de exercício físico, a quantidade, que está relacionada ao número de vezes que o exercício deve ser feito por semana e ao tempo diário, também varia de pessoa para pessoa. Normalmente, o recomendado é que as atividades físicas sejam realizadas de 03 a 05 vezes por semana, de 40 a 60 minutos por dia. Quem deve indicar com que frequência os exercícios devem ser praticados é o médico responsável.

O papel do médico não acaba ao recomendar quais tipos e com que frequência a pessoa deve praticar atividades físicas. É de sua responsabilidade, ainda, avaliar e acompanhar de que maneira essa prática está atuando na saúde do paciente. Por essa razão, as consultas devem ser frequentes, evitando que o efeito da realização de exercícios físicos não seja o contrário do esperado.

Na tentativa de facilitar a periodicidade de consultas médicas e buscando sempre prevenir e diagnosticar o quanto antes as doenças que mais afetam os idosos, existem convênios médicos, como os Planos de Saúde Senior que oferecem serviços especializados para a terceira idade e que podem ser grandes aliados ao combate do sedentarismo.

 

Gostou? Então Compartilhe!
This entry was posted in Uncategorized.

2 Responses to Idosos e Sedentarismo

  1. miyeko says:

    muito bom

  2. Pingback: Aumentam os índices de sedentarismo | Planos de Saúde Senior | Para Idosos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>